Um vestido às riscas, em malha

dicas Malhas senhora vestidos

Andava há algum tempo para fazer um vestido de malha com o molde do Charleston Dress da Adrianna Appl. Desde que vi as primeiras fotografias deste vestido (as versões da Maria João e da Andreia) que adorei o vestido, por isso não hesitei em comprá-lo. No entanto, não sabia ao certo com que tecido o fazer, por isso fui adiando, adiando, até me sentir inspirada na escolha do tecido.

Um destes dias vi umas fotos (já não sei onde) de vestidos de riscas que adorei, e achei que esta malha da The Sweet Mercerie ficaria perfeita para fazer um. É uma malha leve, ideal para o Verão, e foi uma oportunidade de aprender novas técnicas e me treinar a alinhar riscas, já que o vestido tem imeeensas costuras entre pinças, pregas, bolsos e costuras de princesa à frente e atrás.

Escolhi fazer o tamanho S, que corresponde às minhas medidas de peito e cintura, mas na anca estava entre o S e o XS. Como o tecido é malha e o modelo já é um pouco largo na saia, decidi ajustar a anca exactamente entre os dois tamanhos, para não ficar largo. Desenhei no molde a partir da cintura do S até à anca, entre os dois tamanhos, e tive que ajustar também os bolsos.

Entretanto calhou na véspera de o começar a cortar ver um artigo na Seamwork com várias dicas para alinhar riscas, que foi uma ajuda enorme para o sucesso do meu vestido. Dicas acerca de como colocar o molde no tecido para cortar, como colocar alfinetes e como coser parecem simples, mas com malha e riscas à mistura foram essenciais.

Ao coser não arrisquei e coloquei alfinetes em TODAS as riscas. Foram imensos alfinetes para cada costura, mas assim o tecido não se desviou nada na máquina.

Outro pormenor importante é colocar os alfinetes de modo a alinhar as riscas no sítio onde vai ficar a costura, e não na borda do tecido. Porque em zonas curvas, se se alinhar pela borda, a zona da costura vai ficar com as riscas desalinhadas. Isto permitiu conseguir que as costuras de princesa ficassem alinhadas.

Quando se cose malhas costuma ser mais fácil e rápido usar a máquina de "corte e cose", mas neste caso arriscava-me a que o tecido se desalinhasse ao coser, por isso cosi tudo na máquina de costura normal, com agulha de stretch e ponto zigzag pequeno, e depois então terminei algumas costuras na corte e cose (para ficar com um aspecto mais profissional).

Ns costas, colocar o fecho foi outro desafio, mas aqui os moldes da Hey June Patterns são fantásticos porque são extremamente precisos. Todas as medidas, distâncias e valores de costura batem certo, e se se seguir à risca as distâncias indicadas no molde, o resultado fica perfeito.

Consegui fazer o vestido, e estou muito feliz com o resultado! Usei logo no dia seguinte, para ir jantar com o meu marido. E parece-me que vou voltar a fazer outra versão no Inverno, num tecido mais pesado e com mangas compridas.

Tal como todas as outras peças que faço, este vestido também está disponível por encomenda. Basta contactar-me por email para info@sucobysusana.com, para informações acerca de preços, tamanhos, tecidos e cores.


Older Post Newer Post


  • Suco by Susana on

    Obrigada PP! Os moldes da Hey June Patterns permitem fazer peças para venda em pequena escala, em negócio caseiro. A licença vem escrita no molde:
    “TERMS OF USE: Purchase includes the right to sell garments made with this pattern. However, it is illegal
    to copy, share, distribute, or resell the pattern, illustrations, or instructions.”
    Os moldes que vou ter aqui na loja a partir do Outono também darão o mesmo direito. :-)

  • Suco by Susana on

    Obrigada Diana! Não é fácil mesmo, mas achei que devia ficar giro, e queria mesmo aproveitar um molde assim cheio de costuras para treinar as riscas. :-)

  • Diana Pais on

    Ficou muito giro! E alinhar essas riscas todas não é nada fácil! Durante o teste também fiz um com riscas, mas como o molde ainda precisava de uns ajustes, acabei por pô-lo de lado e fazer outro. Fiquei cheia de vontade de voltar às riscas!

  • PP on

    Adorei o vestido e as dicas. Parabéns! Mas fiquei com uma dúvida. Podemos usar os moldes para fazer peças para venda? Costuma pagar uma espécie de lincensa para o efeito?


Leave a comment

Please note, comments must be approved before they are published