Madison Blouse - O meu projecto para começar a coser com calma

Criações senhora Sew and tell

O meu estilo de costura sempre foi coser depressa, começar e acabar projectos no mesmo dia (se possível), não dar muita importância aos pormenores e à perfeição. O que me trazia satisfação na maior parte das vezes era ver uma peça terminada e poder vesti-la logo.

Com o passar do tempo e ao melhorar os meus conhecimentos de costura e aperfeiçoar técnicas, comecei a dar mais importância à perfeição do que faço. Já não quero só coser muita quantidade a despachar. Cada vez mais quero escolher cada projecto com cuidado, escolher o tecido perfeito para essa peça, pensar nas técnicas que vou usar e no que posso aprender ou aperfeiçoar no processo de construir a peça.

Mas isto de passar do "speed-sewing" para o "slow-sewing" não é assim tão simples! Continuo a ter dias em que me apetece satisfação instantânea. Nesses dias faço t-shirts de malha ou cuecas (não há nada mais rápido do que cuecas). Mas se vou fazer uma camisa, umas calças ou um vestido aí tenho que estar com espírito para fazê-lo com calma e demorar alguns dias até acabar.

Neste último Verão levei a máquina de costura comigo para férias e só pude coser como a maior parte das pessoas que costuram em casa como hobby o fazem: nos poucos tempos livres ou à noite depois de os filhos irem para a cama. Tive mesmo que abrandar o ritmo da costura, e aproveitar bocadinhos durante o dia ou à noite para ir avançando com os projectos. O que mais tempo levou foi um vestido que fiz para a minha filha, que tinha várias peças e técnicas envolvidas. Todas as noites eu cosia uma parte do vestido e, ao fim de algumas noites, ele finalmente ficou terminado.

Sabem uma coisa? Soube-me bem! Cosi devagar, preocupei-me em fazer os pespontos direitos, em fazer todas as costuras certas. O resultado ficou perfeito, e o vestido veste-lhe muito bem (como é um vestido para o Outono/Inverno daqui a uns tempos eu mostro).

Quando voltei à vida normal e ao atelier decidi que ía passar a dedicar-me com mais calma e atenção aos novos projectos. E heis que apareceu um Sew-a-Long para a Madison Blouse da Rebecca Page. Tinha comprado este molde há alguns meses, queria fazer uma blusa, mas ainda não tinha decidido que tecido usar e quando o fazer. O Sew-a-Long foi a oportunidade perfeita para isso!

Para quem não conhece, um Sew-a-Long é um evento em que um designer define que durante uma série de dias se vai costurar uma peça. O designer publica videos ou blog posts com o passo-a-passo detalhado a ensinar a fazer a peça, e para cada dia é definido que parte da peça se vai fazer. As pessoas inscrevem-se (geralmente no facebook), e fazem todas o mesmo durante aqueles dias. Como só se faz uma parte da peça de cada vez, mesmo quem só tem 30 minutos livres por dia para coser consegue sempre acompanhar e ter a peça terminada no fim do evento.

O Sew-a-Long desta blusa durou 6 dias, e no fim a Rebecca Page sorteou aleatoriamente um participante para ganhar um molde dela. (o que também é um bom incentivo certo?) 

 

Então aí fui eu escolher o tecido para fazer a blusa. Escolhi este tecido leve da Birch em algodão biológico, e consegui "espremer" todas as peças do tamanho XS em 1,60m de tecido. Antes de começar tive que imprimir e cortar o molde. Nos dois primeiros dias cortei as peças no tecido (É uma camisa, por isso são muitas peças!) 

 

Cosi a parte de cima das costas e da frente, e juntei frente e costas pelos ombros.

 

Fiz também logo as carcelas da frente. Aqui fiz os pespontos com calma para ficarem bem bonitos. 

 

No terceiro dia cosi as mangas, que são franzidas na cabeça da manga. 

 

O quarto dia foi para coser as costuras laterais e a gola. Desta vez até fiz as costuras laterais com costura inglesa, para os valores de costura ficarem logo terminados de maneira bonita.

 

Para coser a gola eu gosto de colocar muuuitos alfinetes a segurar tudo no sítio.

 

E mais pesponto a contornar toda a gola.

 

No quinto dia fiz a baínha e terminei os punhos das mangas.

 

Nunca tinha feito este método de coser a abertura das mangas, e gostei muito. É simples, rápido e fica bonito. 

 

Para abrir a casa do botão da manga coloquei o alfinete para não cortar demais. Não costumava fazer isto, mas já me aconteceu mais do que uma vez escapar-me o abre-casas e cortar mais do que devia, por isso agora uso sempre este truque. 

 

O último dia foi para os acabamentos, coser as casas e os botões. 

 

Vejam só a minha sorte quando reparei que este "coelho-veado" ficou alinhado na frente da camisa! Foi completamente sorte.

 

E a minha Madison Blouse ficou pronta! Gosto muito dela, mas admito que preferia que ficasse um pouco mais larga, por isso na próxima vez farei o tamanho acima (o S).

 

Informação técnica:

Molde: Madison Blouse, de Rebecca Page - molde em pdf, tamanhos XXS a 5XL

Tamanho que fiz: XS

Tecido: algodão biológico Birch Jackalope Cream

Nível de dificuldade: Intermédio

__________

Bjs,

Susana


Older Post


  • Isa on

    A tua blusa ficou tão linda!! Por acaso não conhecia este molde, mas vai já para a listinha de moldes a experimentar. O meu tempo de costura acaba todo por ser um misto de slow e fast sewing, como tenho um espaço de costura para mim, mas mais isolado, a costura é delegada para os fins de semana em que consigo tirar duas ou três horitas para mim. Mas mesmo assim esse tempo não chega e os projectos prolongam-se por semanas a fio de pequenos bocadinhos.


Leave a comment

Please note, comments must be approved before they are published